Subscribe Now

Trending News

Absenteísmo, o inimigo da produtividade
Saúde no Trabalho

Absenteísmo, o inimigo da produtividade

Quem não pensa naqueles cinco minutinhos a mais quando o despertador toca? Ou em ficar em casa numa sexta-feira? O assunto é até motivo de piada entre os colegas. Mas quando a brincadeira vira realidade e as ausências no trabalho uma rotina todo mundo perde, funcionários e empresa.

Faltar trabalho ou chegar atrasado de forma recorrente é o que chamamos de absenteísmo.  Menos gente trabalhando significa sobrecarga de tarefas para os colegas- com a consequente perda da qualidade- gerando prejuízo financeiro para a organização.

Ficou interessado no assunto? Então, continue a leitura e confira como lidar com o absenteísmo nas organizações

Ausências recorrentes

Vamos imaginar que você foi chamado para uma entrevista de emprego. Para aceitar a vaga, precisa primeiramente saber informações básicas como remuneração, tipo de trabalho, local e? O horário. A carga horária é calculada para que as tarefas sejam cumpridas dentro desse tempo.  Se ela não é seguida e, isso acontece repetidas vezes, a cadeia produtiva fica prejudicada, assim como o resultado final.

Motivos do distanciamento

Há vários motivos para o afastamento dos trabalhadores. Os mais comuns são por problemas de saúde, questões estruturais relacionadas à dificuldade de deslocamento (trânsito caótico dos grandes centros), mas também por questões de ordem pessoal.

Há ainda casos em que os trabalhadores sentem-se desmotivados no trabalho e tendem a dar menos importância ao emprego, chegando mais tarde, saindo mais cedo ou até deixando de ir.

Prejuízos para a empresa

A conta é simples. Se você precisa de um número x de horas para construir uma casa, não vai levantar todas as paredes se trabalhar menos x.  Por isso a ausência frequente de trabalhadores nas organizações prejudica diretamente o cumprimento de metas.

As consequências são a necessidade de realização de horas extras pelos colegas e, em casos mais extremos, há até a contratação de servidores temporários para suprir as demandas.  Nas duas situações há gastos adicionais e impactos nos lucros.

Impactos no ambiente de trabalho

Quando um colega não vem o ou não cumpre toda a sua carga horária, o serviço dele inevitavelmente terá que ser realizado por outra pessoa.  Isso pode reduzir o engajamento e a integração da equipe, pois os outros colaboradores já têm as suas próprias tarefas.

A sobrecarga e a insatisfação também abalam a produtividade. O mesmo podemos dizer sobre a qualidade, que não será a mesma, já que os colaboradores que ficam estarão trabalhando o dobro para o cumprimento das metas.

Como lidar com o absenteísmo

A primeira medida para lidar com as ausências dos colaboradores é saber se são ocasionadas por situações voluntárias ou involuntárias, provocadas por fatores internos ou externos.

Uma boa conversa ajuda a entender a situação e definir o melhor caminho para solucionar o problema. Nesse sentido, o RH tem um papel predominante para fazer essa investigação e o monitoramento das faltas ou atrasos e, com isso, encontrar a melhor maneira de contorná-los.

Este artigo sobre absenteísmo foi útil para você? Quer ficar por dentro de outras dicas como essa e garantir a saúde de seus colaboradores? Então, siga nosso Facebook e nosso LinkedIn para acompanhar as novidades! 

Texto: Luciana Cavalcante

fale conoscoPowered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *