Subscribe Now

Trending News

Acidente de trabalho: saiba quais são as (x) principais causas!
Saúde no Trabalho

Acidente de trabalho: saiba quais são as (x) principais causas!

Acidentes de trabalho são uma das principais causas de afastamentos dos colaboradores das empresas a longo prazo. Muitos deles em caráter permanente, dependendo da extensão dos danos causados nesse tipo de problema.

Além de prejudicar a integridade dos seus colaboradores e deixar os demais amedrontados para a realização das tarefas, altos índices de acidentes podem gerar queda no clima organizacional, um maior turnover, prejuízos com indenizações e, até mesmo, processos que podem gerar o fechamento da sua empresa.

Então, veja as 6 principais causas de acidentes de trabalho e saiba como evitá-las em seu negócio.

1. Quedas

As quedas são recorrentes, principalmente para aqueles trabalhadores que estão expostos ao trabalho em altura com condições fora das especificações da NR 35 (que regula esse tipo de atividade). Porém, não é a única situação que pode conduzir a esse tipo de acidente.

Falta de sinalização nos ambientes internos, problemas em escadas, falta de segurança em janelas e varandas também podem acarretar em quedas. Por isso, é fundamental realizar a manutenção desses locais rotineiramente.

2. Trabalho com repetições

Quando uma pessoa está exposta a trabalho com repetições, ela tende a se distrair mais facilmente nas atividades, seja por cansaço, seja por acreditar que sua experiência lhe dá maior segurança para a atividade, se descuidando das normas de segurança para execução da tarefa.

Por isso é importante que os gestores incentivem e cobrem tempos de descanso dos seus colaboradores, para que possam recuperar a atenção no trabalho e evitem se expor a situações de acidentes.

3. Exposição a materiais perigosos

Colaboradores que trabalhem com materiais perigosos (gases inflamáveis, materiais perfurocortantes e contaminantes, entre outros) têm um maior índice de acidentes devido à natureza dos elementos com os quais trabalham.

Com isso, as chances de queimaduras, intoxicações químicas e contaminações aumentam consideravelmente. E muitas dessas situações podem ser irreversíveis (é o caso, por exemplo, de contaminação por meio de seringas utilizadas em pacientes).

Treinamentos para ensinar sobre a melhor condução na utilização dos materiais é fundamental para que seus colaboradores saibam fazer a manipulação correta dos elementos e não exponham nem eles, nem os demais colegas a situações de risco.

4. Choques

Para os colaboradores que trabalham diretamente com elementos da rede elétrica, há uma maior possibilidade de choques em suas atividades cotidianas. As consequências podem ser mínimas, desde um choque simples, a até mesmo a fortes descargas elétricas, que podem causar o óbito do colaborador.

Por isso é fundamental realizar a manutenção da rede elétrica da sua empresa rotineiramente, a fim de minimizar os riscos de problemas dessa natureza. Também é fundamental oferecer o material de proteção para aqueles que trabalham diretamente com a rede elétrica.

5. Longas jornadas de trabalho

Longas jornadas de trabalho deixam seus colaboradores mais cansados e desatentos, o que pode gerar falhas que coloquem sua integridade física em xeque. Por exemplo, motoristas que estejam dirigindo há mais de 12 horas podem cochilar ao volante e se envolverem em acidentes graves.

Por isso, caso seus funcionários executem jornadas longas, é fundamental implementar pausas obrigatórias, para que possam descansar e consigam executar suas atividades sem se exporem a perigos.

6. Falta de equipamentos de qualidade

Os EPIs são os melhores recursos para proteger seus colaboradores em atividades de riscos. Por exemplo, em obras é necessário o uso constante de capacete, a fim de protegê-los de quedas de itens que podem causar desde feridas a, até mesmo, traumatismos cranianos.

Se os equipamentos não forem de qualidade, mesmo que seus colaboradores estejam portando, a proteção será mínima. Seguindo o caso anterior, o capacete poderá quebrar e, ainda assim, causar feridas em seu funcionário.

Os EPIs são elementos fundamentais para prevenir acidentes de trabalho. Conhecê-los e utilizá-los dentro da sua empresa é imprescindível para garantir a integridade dos colaboradores, principalmente daqueles que já trabalham em condições de maior risco.

Então leia nosso artigo para conhecer os principais tipos de EPI e a importância de cada um!

Siga-nos nas redes sociais e não perca nenhuma atualização. Estamos no Facebook e no LinkedIn!

fale conoscoPowered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *