psiquiatra psiquiatra

Afinal, quando procurar ajuda de um psiquiatra?

5 minutos para ler

Diferente das questões físicas, como uma dor no estômago, os sintomas de transtornos mentais podem ser mais difíceis de identificar. Então como saber quando procurar ajuda psiquiátrica?

Continue a leitura com a gente!

O real papel do psiquiatra

Na sociedade, ainda há um estigma criado acerca da psiquiatria, atribuindo um estereótipo pejorativo. Devido a isso, é comum que ocorra uma relutância na procura por um médico psiquiatra quando acredita-se ter alguma questão mental a trabalhar. No entanto, deve-se dar à saúde mental tanta atenção quanto se dá à saúde física.

O psiquiatra é um profissional graduado em medicina e com residência ou especialização em psiquiatria, e é responsável por diagnosticar e tratar todas as questões de ordem mental. O médico psiquiatra não só trata doenças mentais como esquizofrenia e demência, mas também auxilia nos casos de ansiedade e depressão.

Como saber se devo procurar um psiquiatra?

Todas as pessoas têm questões para lidar no cotidiano que podem levá-las a uma frustração, tristeza ou estresse. Apesar disso, é fundamental estar atento a como se lida com esses acontecimentos e no quanto ele impacta nas suas atividades.

Quando as reações aos acontecimentos mais difíceis de lidar começam a tomar proporções maiores, como uma preocupação intensa, taquicardia, alcoolismo ou choro excessivo, é importante ligar o sinal de alerta.

Um sentimento de frustração intenso, no qual você se vê impedido de realizar suas atividades obrigatórias por dias ou até mesmo semanas em virtude disso, tendo a sensação de que não consegue se recuperar após o abalo emocional, é um sinal de que a consulta com um psiquiatra pode ser necessária.

Qual seu nível de ânimo para realizar suas atividades?

Os problemas associados a desordem emocional tem um grande impacto na sua qualidade de vida, afetando desde a sua produtividade até o seu prazer nas atividades de lazer, configurando um ciclo vicioso de insatisfação.

Quando questões emocionais passam a interferir de forma recorrente nas atividades cotidianas da pessoa, estando ou não associada à insônia, é fundamental se atentar.

Será que você tem ficado ansioso(a) demais?

Ansiedade é como um sentimento vago e desagradável de medo, envolvendo tensão ou desconforto derivado de antecipação de algo. A ansiedade e o medo passam a ser reconhecidos como patológicos quando são exagerados. Esse exagero pode ser notado quando é desproporcional em relação ao estímulo ou quando interfere na qualidade de vida, no conforto emocional ou no desempenho diário da pessoa.

A maneira prática de se diferenciar ansiedade normal de ansiedade patológica é basicamente avaliar se a reação ansiosa é de curta duração, autolimitada e relacionada ao estímulo do momento ou não.

A ansiedade também pode desencadear uma série de reações físicas no corpo, como taquicardia, palpitações, tremedeira e falta de ar. Por isso o auxílio de um psiquiatra é tão importante para que se tenha uma melhor qualidade de vida.

É comum ter dificuldade para dormir de vez em quando, principalmente quando tiramos um cochilo mais extenso à tarde, consumimos alimentos com cafeína até 6 horas antes do horário de dormir ou quando estamos preocupados com alguma questão.

No entanto, deve-se ficar atento na frequência que isso ocorre. Se você passa por crises de insônia que prejudicam o desempenho das suas atividades diárias, é importante buscar ajuda de um psiquiatra.

Você sente dificuldade para dormir?

Alguns transtornos mentais, como síndrome do pânico e outros tipos de ansiedade, tem relação com distúrbios no sono e precisam ser investigados para receberem o diagnóstico correto.

Como vai o seu apetite?

É muito importante se atentar em como anda sua fome, pois há alterações importantes na relação com a comida. Episódios de compulsão alimentar ou de perda de apetite podem indicar a importância de recorrer a um médico psiquiatra.

Cuidado com o que você consome

Você consome em abundância e/ou com frequência substâncias como: álcool, cigarro ou drogas? Se você tem alguns hábitos pouco saudáveis como beber, fumar ou usar drogas e tem dificuldade em vivenciar um dia sem eles, deve se atentar.

O abuso desses tipos de substâncias é frequentemente utilizado como uma válvula de escape para outros problemas, por isso, é fundamental procurar um psiquiatra.

Como podemos ver, as questões que podem te levar a buscar um psiquiatra são bem amplas…

Então, não deixe de se atentar aos detalhes. O psiquiatra tem um papel importantíssimo na manutenção do bem-estar de milhares de pessoas e a saúde mental, quando levada a sério e bem tratada, promove uma vida melhor e mais leve.

Não negligencie a sua saúde mental e procure ajuda ao perceber os sinais.

Também sugerimos que você acompanhe a Conexa no Instagram e Facebook para sempre ficar por dentro dos conteúdos.

Posts relacionados

Deixe um comentário