Cuidar da saúde dos seus colaboradores envolve não só observar possíveis questões relacionadas a doenças ocupacionais, mas também analisar de que forma é possível potencializar melhores questões de saúde para os seus funcionários e fazer com que eles tenham uma melhor qualidade de vida. Quanto mais isso ocorrer na vida pessoal deles, melhor isso se refletirá na produtividade no dia a dia.

A alimentação tem um papel fundamental nesse processo. É por meio dela que torna-se possível evitar uma série de doenças crônicas e, consequentemente, garantir maior disposição no dia a dia. Se a empresa oferece refeições no local, é importante inserir no cardápio alimentos que previnem doenças.

Veja os 4 principais grupos alimentares que podem ser inseridos a seguir. Boa leitura!

1. Vegetais verde-escuros

Os vegetais verde-escuros são fundamentais para serem incluídos em nossa alimentação. Eles têm alto teor de vitaminas e, portanto, podem contribuir para atingir os níveis necessários desses nutrientes em nosso organismo. Eles são ricos em:

  • vitaminas A, C e K;
  • ácido fólico;
  • cálcio;
  • ferro;
  • magnésio.

Além disso, por conterem um alto teor de fibras, garantem um melhor funcionamento do intestino. Outros benefícios desses vegetais são:

  • ação antioxidante;
  • combate aos radicais livres;
  • melhoria do funcionamento intestinal;
  • melhor controle do colesterol LDL;
  • prevenção da anemia e regulação dos níveis de ferro;
  • prevenção da osteoporose;
  • redução do surgimento de doenças cardiovasculares.

Alguns exemplos de vegetais verde-escuros são:

  • acelga;
  • alface;
  • couve;
  • espinafre;
  • folha de brócolis;
  • escarola;
  • mostarda, entre outras.

2. Frutas vermelhas

As frutas avermelhadas normalmente têm substâncias anti-inflamatórias, usualmente ligadas às vitaminas do complexo B, vitamina C, zinco e selênio. Esses nutrientes estão relacionados com a prevenção de doenças cardiovasculares e o envelhecimento celular, reduzindo a liberação de radicais livres. Outro ponto importante é que elas liberam antioxidantes no organismo, melhorando as funções cerebrais, o que é importante, por exemplo, para a prevenção do Alzheimer.

3. Grãos integrais

Os grãos integrais são uma boa alternativa para a substituição da farinha branca, por exemplo. Além de diminuir picos glicêmicos (que potencializam as chances de desenvolvimento de diabetes), eles também trazem benefícios, tais como:

  • melhora da função intestinal;
  • aumento da sensação de saciedade;
  • controle do colesterol;
  • aumento no consumo de Ômega 3 e fibras;
  • controle da glicose sanguínea.

4. Oleaginosas

As oleaginosas são ótimos alimentos para quem deseja introduzir itens funcionais em sua rotina e garantir melhor qualidade de vida. Os benefícios trazidos por elas são: auxílio na desintoxicação do organismo, melhoria da memória, controle dos níveis de colesterol, entre outros.

As principais que podemos introduzir em nossas refeições são:

  • castanha-do-Pará;
  • nozes;
  • amêndoas;
  • pistache;
  • avelã.

É importante tomar cuidado, pois o consumo excessivo delas pode trazer problemas. Isso porque, apesar de serem ricas em gorduras boas, a ingestão exagerada pode prejudicar o organismo. Portanto, cuidado!

Inserir alimentos que previnem doenças no cardápio das refeições da empresa é fundamental para fornecer saúde e qualidade de vida para os colaboradores. Caso sua organização não realize esse tipo de atividade, pode ser importante organizar campanhas de conscientização para uma melhor alimentação.

Achou este conteúdo importante? Então, compartilhe-o em suas redes sociais e leve-o para a sua rede de amigos.

Em nosso Instagram você encontra mais materiais como esse!