Subscribe Now

Trending News

NÃO faça isso ao dar feedbacks para sua equipe
Saúde no Trabalho

NÃO faça isso ao dar feedbacks para sua equipe

A cultura do feedback é quase uma protagonista aqui no blog da Conexa Saúde quando o assunto é bem estar nas empresas. Nós destacamos esta prática por considerá-la uma das formas mais simples e evidentes de incentivar colaboradores, para assim, garantir resultados cada vez melhores.

Já temos um artigo publicado que te explica como implementar o feedback na equipe. Esta é uma boa leitura de primeiro contato com o conceito.

Feedbacks são sempre momentos delicados, tanto para o superior como para os subordinados. Para tornar esta tarefa mais fácil e tranquila, vamos listar alguns comportamentos para NÃO se ter ao dar feedbacks para sua equipe.

Misturar o pessoal com o profissional

Todos os seres humanos têm opiniões. Mas apesar da imparcialidade ser um grande mito, não significa que não devamos ao menos tentar nos aproximar dela ao liderar um time.

Jamais dê feedbacks sob argumentos pessoais. Não importa se você acha que o colaborador é isso ou aquilo fora das paredes do escritório. Se falarmos de envolver família, criação e morais, a chance de iniciar uma verdadeira briga é bastante alta.

Demorar demais

Quem tem um cachorro em casa e já passou por o processo de adestramento sabe que é preciso chamar a atenção do bicho imediatamente ao perceber que ele fez alguma besteira.

O exemplo pode parecer bobo, mas o consideramos direto ao ponto. O cachorro só aprende a fazer as necessidades no lugar certo caso corrigido no mesmo instante, porque o cérebro do animal conecta a bronca com a ação.

É evidente que seres humanos têm mais capacidade de absorção de conhecimentos que um pet, afinal, é isso que nos diferencia enquanto espécie. Mas em meio à correria da rotina e demandas infinitas, você não quer ser mais um peso para a mente do colaborador.

”Lembra do terceiro slide daquela apresentação que você me enviou há duas semanas?”. Não, ele não lembra. E sinceramente, seria exigir demais. Dê feedbacks imediatos para garantir uma melhor recepção.

Achar que feedbacks bastam

Como líder, é de extrema importância que você se demonstre presente e ciente das etapas do trabalho.

Quando você só aparece no resultado final para dar feedbacks, o seu conhecimento sobre o que foi feito até lá é raso e portanto, você perde o domínio do assunto.

Feedbacks são essenciais, mas não são o ponto final, e sim parte de um processo de acompanhamento de resultados.

Ser extremo – para ambos os lados

Como chefe, você não deve ser nem um soberano e nem um melhor amigo do colaborador. Feedbacks e as posturas em geral devem ser firmes, porém sempre empáticas

O extremo negativo é o mais comentado. Mas acredite, forçar uma intimidade exagerada é igualmente ruim – e as pessoas percebem que não é natural.

Esforce-se para ser um bom líder, para praticar a compreensão e a leveza. É sim possível ser mais horizontal do que vertical de forma orgânica

Gostou das dicas? Siga o perfil da Conexa Saúde no Instagram para nos acompanhar sempre!

Texto: Manoela Caldas.

fale conoscoPowered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *