Subscribe Now

Trending News

Gestão de saúde corporativa x Prevenção de doenças ocupacionais
Saúde no Trabalho

Gestão de saúde corporativa x Prevenção de doenças ocupacionais

Quando o assunto é saúde no trabalho, ainda hoje, muitas empresas acreditam que o fato dos funcionários serem garantidos com plano de saúde é o suficiente.

Em discussões sobre custos diretos e indiretos do RH, chegou-se à conclusão de que a falta de políticas que apostam na prevenção de doenças ocupacionais é sentida no bolso das empresas.

Pense dessa forma: se um colaborador passa a sentir fortes dores no pescoço (DORT), a empresa precisará arcar com os custos das faltas e também procurar por um substituto à altura para cobrir aquele serviço quando o colaborador machucado estiver de licença.

Sabendo que o plano de saúde é um dos maiores gastos com colaboradores de qualquer corporação, é desejável que ele seja aproveitado da melhor forma possível. E é sobre isso que iremos falar neste artigo. Acompanhe!

Gestão de saúde corporativa

Como a expressão sugere, trata-se de administrar a saúde dos colaboradores e do próprio ambiente de trabalho da melhor forma.

Tal gestão de saúde envolve uma série de práticas, medidas, posicionamentos e virtudes. O que todos estes aspectos devem ter como objetivo comum é o cuidado preventivo com a saúde e o estímulo do bem estar físico e mental.

O ditado ”é melhor prevenir do que remediar” nunca fez tanto sentido. 

O cuidado reativo – ou seja, de tratar a lesão de forma pontual apenas depois que ela acontece – é muito mais caro do que o preventivo. 

Prevenção de doenças ocupacionais

Uma vez por dentro do que é a gestão de saúde corporativa, é hora de explorar mais o aspecto preventivo. Como foi explicado, a prevenção deve ser um dos principais (se não o principal) objetivos da gestão de saúde.

Quando o assunto é doenças ocupacionais, a urgência torna-se ainda mais evidente, uma vez que estas condições são diretamente relacionadas ao trabalho.

Há uma variedade imensa de práticas que podem ser aplicadas pelo RH visando esta prevenção. Aqui vão alguns exemplos:

E muito mais! O que não falta é boas ideias.

A fórmula ideal

A gestão de saúde corporativa e a prevenção de doenças ocupacionais devem sempre caminhar juntas

Por um lado, a gestão deve ter a prevenção como um dos pilares. Do outro, a prevenção deve acontecer em conjunto com outras medidas que visam a saúde dos colaboradores. 

Dessa forma, o plano de saúde irá continuar a existir como uma solução para caso aconteça algo. 

Mas ao aplicar a fórmula ideal de como lidar com a saúde dos colaboradores, os casos de acidentes no ambiente de trabalho irão diminuir drasticamente. E consequentemente, os resultados irão melhorar e os custos com faltas e substituições irão diminuir.

Gostou das dicas? Siga o perfil da Conexa Saúde no Instagram para nos acompanhar na palma da mão!

Texto: Manoela Caldas.

fale conoscoPowered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *