Subscribe Now

Trending News

Importância da teledermatologia no diagnóstico precoce
Telemedicina

Importância da teledermatologia no diagnóstico precoce

As principais causas de procura por atendimento médico na atenção primária são relacionadas às doenças dermatológicas, cerca de 52% dos casos. Desses atendimentos, 60% são diagnosticados por médicos não especializados.

Isso gera maiores gastos para a saúde, uma vez que há maior procura na atenção secundária e especialistas. Além disso, alguns casos não são adequadamente diagnosticados, sendo conduzidos de maneira equivocada.

Dessa forma, a telemedicina propõe ampliar a cobertura assistencial e promover educação continuada em saúde, sem a necessidade de presença física. 

A Dermatologia é a principal área beneficiada pelas inovações em telecomunicações. Essa é uma especialidade associada à observação e análise visual de lesões dermatológicas. Portanto, a teledermatologia é capaz de modificar a evolução das doenças de pele dos pacientes. 

Quer entender melhor sobre a teledermatologia? Então, continue a leitura e tome nota!

Distribuição de dermatologistas no Brasil

No Brasil, a distribuição dessa especialidade é bastante desigual. Na região Sudeste, há 63,5% de dermatologistas para apenas 41,6% da população brasileira. Como sabemos, o Brasil é um país de grande extensão, fazendo com que algumas regiões tenham dificuldades ao acesso à consulta especializada.

Telemedicina: facilitadora do acesso

Dessa forma, a OMS define a telemedicina como ferramenta facilitadora do acesso aos cuidados com a saúde, utilizando a interação audiovisual e transferência de dados para os especialistas. Tal tecnologia garante maior precisão no diagnóstico precoce e tratamento das doenças dermatológicas.

A transferência das informações do paciente podem ser feitas em tempo real por meio das videoconferências, chamada de comunicação síncrona, ou em momentos diferentes, usando transferência de imagens através da plataforma Web-based segura.

Além disso, a literatura descreve que a teledermatologia, auxilia no diagnóstico precoce, otimiza o tempo e pode alcançar qualquer cidade. Também aumenta a resolutividade e minimiza a procura pela atenção secundária.

Sabe-se que a prática da teledermatologia também irá proporcionar redução do tempo de espera pelas interconsultas, promovendo a coordenação do cuidado em saúde coletiva e protocolos de pesquisa multicêntricos, baseando-se na Medicina em evidências.

Vantagens dos Sistemas de transmissão de dados

A principal vantagem dos sistemas assíncrona é que não há necessidade do usuário estar conectado no momento exato. Além disso, o custo para implantação e manutenção é menor quando comparado ao outro sistema.

Já no sistema em tempo real pode-se usar as videoconferências. Ocorre, então, interação entre os médicos, melhor troca de informações e aprendizado simultâneo. Através dessa ferramenta, é possível fazer treinamento de dermatologistas à distância.

Teletriagem e assistência na Dermatologia

A teletriagem garante maior cobertura para prevenção e diagnóstico precoce, como também gerencia as filas de espera para o atendimento por ordem de prioridades.

De acordo com a literatura: “Teledermatologia – Passado, presente e futuro“, o sistema de teletriagem foi capaz de diagnosticar corretamente mais de 90% dos casos de neoplasia e classificá-las como benignas ou malignas. 

A partir da análise detalhada da triagem remota, o paciente recebe o suporte primário de saúde necessário para cada caso de forma singular, chamado de teleassistência.

Isso é benéfico por reduzir os encaminhamentos para outros especialistas, devido ao acesso imediato à segunda opinião. Assim, minimiza o tempo de espera para o plano terapêutico e reduz os custos sociais com deslocamentos e otimiza o tempo que era gasto nas filas do serviço de saúde. Com isso, também promove a educação continuada aos médicos, que aprendem ao compartilharem dúvidas e opiniões dos casos. 

Leia mais sobre os benefícios que a Telemedicina proporciona ao facilitar o acesso às segundas opiniões.

Acompanhamento por meio da tecnologia

O telemonitoramento facilita o acompanhamento dos pacientes a longo prazo, sendo capaz de transmitir a evolução do tratamento e melhora clínica a partir das tecnologias de comunicação. 

Outra questão, como já há o diagnóstico estabelecido e tratamento definido, esse sistema proporciona menor variabilidade dos eventos da terapia, pois estão sendo monitorados com maior rigor e qualquer episódio inesperado seria detectado à distância

ANAPEC e Câncer de Pele

A ANAPEC são ações Nacionais Permanentes de controle, com proposta para melhorias na promoção da saúde. Essas ações utiliza a telemedicina para interagir entre os diversos centros de referência assistencial e de pesquisa com as unidades de saúde. Assim, essa estratégia fornece um suporte assistencial contínuo para educação em saúde e reconhecimento precoce dos agravos à saúde. 

A integração dos centros de saúde e pesquisa também garante um suporte para o diagnóstico de alta qualidade, por exemplo, do câncer de pele. Os casos suspeitos são encaminhados para segunda opinião. 

Sinais de alerta para o Câncer de pele

Ao identificar lesões suspeitas, é preciso estar atento a 5 critérios clínicos

  • A: assimetria

Quanto mais assimétrico for uma mancha de pele, maior o risco de ser lesão oncológica;

  • B: bordas

As bordas irregulares, são consideradas sinais de perigo;

  • C: coloração

Atenção e suspeitar das lesões de pele com tons de cores diferentes;

  • D: diâmetro

Quanto maior o tamanho ( > 5 mm), tem mais chance e precisa de investigação;

  • E: evolução

Se houver mudanças de todos esses parâmetros ao longo do tempo, precisam ser investigadas.

Para manter-se informado, nada melhor do que acessar um conteúdo de qualidade, não é mesmo? Deixa seu comentário sobre a teledermatologia e assine a nossa newsletter. receba, em primeira mão, todas as novidades e tendências da telemedicina!

fale conoscoPowered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *