O que é a doença de Lúpus? O que é a doença de Lúpus?

Lúpus: o que é, tipos, causas e tratamento

3 minutos para ler

Apesar de ser comum, o Lúpus ainda é uma doença cercada de desafios, como por exemplo, a falta de uma cura. Apesar de não existirem informações oficiais, a estimativa é de que a condição atinge cerca de 65 mil brasileiros, principalmente mulheres.

Por outro lado, a necessidade de falar sobre a doença tem ganhado força nos últimos anos. Algumas celebridades que possuem a doença estão buscando compartilhar suas experiências, para ajudar a informar o público em geral sobre a condição. Entre essas pessoas, estão famosos como Lady Gaga e até mesmo Michael Jackson, por exemplo.

Sendo assim, continue a leitura para entender como funciona o Lúpus e as características dessa condição.  

O que é Lúpus? 

O Lúpus Eritematoso Sistêmico, mais conhecido apenas como lúpus, é uma doença inflamatória, crônica e autoimune.

A doença pode afetar pessoas de qualquer idade e gênero, mas as mulheres e pessoas entre 20 e 45 anos são os grupos com maior incidência. 

Tipos e principais sintomas de Lúpus 

O lúpus é categorizado em dois tipos:

  • Cutâneo: os sintomas se manifestam através de manchas na pele, principalmente em locais mais expostos ao sol;
  • Sistêmico: afeta um ou mais órgãos internos, apresentando sintomas diretamente no órgão afetado.

Em geral, os principais sintomas da doença são: febre, emagrecimento, dores nas articulações, dores musculares, lesões na pele, perda de apetite, fraqueza e desânimo. Em ambos os casos, os sintomas podem se manifestar de forma constante ou pontual, em forma de crises, por exemplo. 

Causa

Por ser uma doença autoimune, não há uma causa específica para o surgimento do lúpus.  

Porém, a literatura especializada considera que fatores genéticos, hormonais e ambientais podem participar do desenvolvimento. Ou seja, se uma pessoa que já tem suscetibilidade genética passa por algum evento que provoque alterações no sistema imunológico, como uma infecção viral, o lúpus pode ”encontrar essa brecha” para se manifestar. 

Diagnóstico

O diagnóstico é feito a partir da avaliação dos sintomas, por alterações em exames de sangue e urina e pelo exame FAN, que detecta a presença de autoanticorpos na corrente sanguínea.  

A especialidade médica mais indicada para o acompanhamento do lúpus é a reumatologia.  

Tratamento

A ciência ainda não encontrou uma cura para o lúpus, mas o reumatologista pode indicar tratamentos medicamentosos para aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente. Os remédios mais usados são os anti-inflamatórios, antimaláricos, corticoides e imunossupressores.  

É de extrema importância ressaltar que a automedicação é contraindicada e o tratamento deve ser sempre acompanhado por um médico. 

Gostou de aprender mais sobre lúpus? Então siga a Conexa Saúde no Instagram para ficar por dentro de mais conteúdos sobre saúde e bem-estar!

Posts relacionados

Deixe um comentário