telepediatria telepediatria

O que é a telepediatria? Confira aqui!

6 minutos para ler

De pais de primeira viagem aos mais experientes, todos já devem ter feito uso da telepediatria mesmo sem saber que se chamava assim.

Isso porque quando se tem criança em casa, as dúvidas surgem a todo o momento. A maioria precisa de respostas rápidas, pois são questionamentos sobre situações do dia a dia e que muito influenciam na rotina de pais e filhos.

Principalmente quando se trata de recém-nascidos ou bebês. Imagina marcar consulta presencial com um pediatra toda vez que tiver uma dúvida sobre um alimento, remédio, sintoma ou mesmo comportamento diferente?

Nessas horas o telefone do especialista é a salvação. Por ligação ou aplicativos de mensagens, os responsáveis podem esclarecer suas dúvidas e até consultar os filhos por meio da videochamada

Quer saber mais detalhes desse serviço e qual a sua importância para o acompanhamento dos pacientes pediátricos? Continue a leitura!

Telemedicina para crianças

Até há alguns anos, o único recurso dos pais para acessar os pediatras fora do consultório era o celular. Para eles, era a solução para os momentos de dúvidas mais sérias tais como sobre como agir em situações de emergência com as crianças.

Isso era uma forma de telepediatria, ou seja, um atendimento de telemedicina destinado a pacientes pediátricos. Mesmo que de forma diferente, ela ajudava e ainda ajuda bastante os pais nesse tipo de situação.

Mas hoje há players de telemedicina que oferecem o serviço a esse público específico de forma direcionada, organizada e segura, com  muitos dos recursos disponíveis em uma consulta presencial.

Por meio de aplicativos, podemos usufruir de todas as vantagens das consultas para adultos, como vídeo chamada, emissão de receituário digital e, principalmente, um ambiente digital que garante a segurança dos dados e o sigilo das informações médicas.

Na prática

Efetivamente a consulta pela plataforma digital para crianças é semelhante à de um atendimento para um adulto, mas com uma diferença: ela é feita com o pediatra e na presença dos pais ou responsáveis.

Isso porque cabe aos pais relatar os sintomas das crianças, principalmente em caso de bebês ou recém-nascidos, mas também nos mais velhos. Desta maneira, ajudam o profissional de saúde com as informações necessárias para a avaliação.

Vale lembrar que a anamnese é o ponto mais importante na teleconsulta, seja ela para adultos ou crianças. A presença dos pais também auxilia na realização da telepropedêutica  no acompanhamento e apoio aos pequenos.

Acompanhamento

Assim como em caso de doenças crônicas em adultos, há casos em que as crianças precisam de acompanhamento regular para algumas doenças . Isso também exige realização de exames e emissão de receitas periódicas.

Para esses casos, a telepediatria também é o atendimento ideal para os pequenos, especialmente em casos de dificuldade motora ou apenas emissão de receitas.

Outro fator que ajuda o profissional nesse acompanhamento é a disponibilização de laudos e prontuários na nuvem, podendo acessá-los de qualquer lugar, em casos de urgência ou dúvida para a condução ou mudança de tratamento.

“Oficialização” das consultas

Para os pediatras, o recurso de consultas virtuais torna oficial essa prática que já é conhecida desses profissionais. Afinal, qual deles nunca recebeu uma ligação com uma dúvida sobre dores, acidentes domésticos, febres, por exemplo?

A diferença agora é que o serviço passa a ser remunerado, na medida em que é realizado por uma plataforma de telemedicina, como a Conexa, com um momento destinado a esse encontro e, eventualmente, prescrição de exames e medicações

Ela facilita a organização da agenda do profissional, que define um horário para estar disponível para esses atendimentos, além de oferecer vantagens para os pacientes em obter prescrição de receitas, emissão de atestados- tudo sem sair de casa.

Telepediatria na pandemia

De modo geral, a telemedicina desempenha papel importante na pandemia do novo Coronavírus, evitando idas desnecessárias ao pronto-socorro,  atuando como  triagem dos casos  e  também minimizando o impacto  no sistema de saúde.

No caso da telepediatria, o atendimento das crianças em casa tem um alcance ainda maior. Além de prevenir o contágio desse público, também evita a transmissão do vírus de forma indireta a idosos.

Vale lembrar que a telemedicina teve sua aplicação autorizada pelo governo, em caráter excepcional, para uso durante a pandemia da Sars-CoV-2 e já se consolida como mais uma ferramenta de atenção à saúde, em diversas situações, não só neste momento de crise.

Tendência em atendimento

Os números comprovam a aprovação dos atendimentos à distância por pacientes e profissionais de saúde, que já consolidaram o serviço como uma tendência não só na pandemia, mas que deve se manter quando ela acabar.

Exemplo são os números da Conexa, que fechou o ano de 2020 com 2 milhões de atendimentos realizados pela plataforma, sendo boa parte deles de telepediatria.

As estatísticas transformam a plataforma no maior player de telemedicina do Brasil, com 48 mil profissionais de saúde que atendem mais de 20 especialidades. Ao todo já são 6,5 milhões de pacientes.

Conexa Saúde e Sabará Hospital Infantil

Pensando em proporcionar mais uma ferramenta de suporte nessa retomada segura, o Sabará Hospital Infantil, o maior hospital exclusivamente pediátrico de São Paulo, certificado pela Joint Commission International, , se uniu à Conexa Saúde para oferecer atendimento médico por telemedicina às escolas

O atendimento de Telepediatria do Programa Sabará nas Escolas consiste na avaliação e orientação médica, por telemedicina, dos problemas de saúde ocorridos na escola, inclusive os casos suspeitos de COVID-19, minimizando os riscos de contaminação e transmissão. Ao identificar uma criança com sintomas, a escola pode solicitar a consulta para a criança de maneira rápida e eficiente. Ao final do atendimento, o Sabará Hospital Infantil, se necessário, emitirá receita médica com certificação digital, aceita nas grandes farmácias. Além disso, fará a orientação quanto aos cuidados com a criança.

Para saber mais clique aqui.

E você já aderiu à telepediatria?

Gostou do post? Quer ficar por dentro de outras dicas como essa e garantir a saúde de seus entes queridos? Então, siga nosso Facebook e nosso LinkedIn para acompanhar as novidades!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário