Subscribe Now

Trending News

O que é CRM e quais são seus benefícios
Bem Estar

O que é CRM e quais são seus benefícios

Um médico indica uma dosagem dez vezes maior do que a recomendada de um remédio de alergia para um bebê de alguns meses; outro profissional coloca em risco mulheres que desejam realizar a operação de lipoaspiração através de procedimentos indevidos. Como evitar que esses casos aconteçam ou ainda que você caia na mão de médicos não qualificados? O Conselho Regional de Medicina (CRM) é um órgão importante para garantir a qualidade do atendimento do profissional de saúde, assim como oferecer mais segurança ao paciente na hora do atendimento.

Para saber como isso é feito e como a organização pode te ajudar, confira este artigo sobre as principais funções do CRM. Descubra também como ele pode contribuir para a qualidade dos médicos do país e ainda como pode ser um canal útil para o paciente.

O que é CRM?

O Conselho Regional de Medicina é o primeiro órgão procurado pelos recém formados de medicina. Isso porque ele é responsável pelo registro dos médicos e das entidades jurídicas. Sem esta inscrição, não é possível exercer a profissão. Por este motivo, todos os médicos que atuam legalmente devem possuir um cadastro no CRM visível para qualquer pessoa que deseje consultá-lo. 

Por meio desses dados, o órgão, junto com o Conselho Federal de Medicina (CFM) , faz um controle do exercício da medicina para que ela mantenha a sua qualidade em todas as regiões do país. Este papel é feito a partir de algumas medidas fundamentais, como resoluções e fiscalizações.

Quais são as suas funções?

As principais funções da Organização estão relacionadas à capacidade profissional dos médicos e ao código de ética atribuído à profissão. Alguns desses encargos são:

-Fiscalizar questões relacionadas ao Código de Ética médica, principalmente como a publicidade médica está sendo empregada.

-Fazer a transferência e cancelamento dos médicos das instituições. Caso um profissional passe de um hospital para uma clínica, por exemplo. Quando um médico pratica alguma irregularidade dentro da profissão, sua habilitação também pode ser cassada o suspendida, como veremos mais adiante.

-Atuar para promover melhores condições de trabalho para os médicos. Através da fiscalização das condições de trabalho nos hospitais, o CRM evita acidentes relacionados à falta de estrutura dentro das instituições. O órgão também atua nessa área a partir de projetos governamentais, como a aprovação do próprio Código de Ética Médica no Congresso Nacional, em 2009.

-Controla a disseminação de conteúdos de artigos médicos e pesquisas para certificar que estejam de acordo com as normas éticas e responsabilidade impostas.

Além dessas funções principais, o CRM é um portal de comunicação entre os profissionais de cada região. Através do site do CREMERJ, por exemplo, são divulgados cursos de qualificações, debates e vagas de empregos. Também é um importante canal de notícias a respeito do que está acontecendo dentro do órgão.

Como o CRM pode ajudar diretamente o paciente?

Além das práticas já mencionadas anteriormente que atuam na melhoria da qualidade do serviço da medicina, o CRM pode, em determinados casos, ser um canal direto entre o órgão e o paciente.

No caso de atividades irregulares no exercício da medicina identificadas pelo paciente, o Conselho possui uma área de denúncias em que esta pessoa pode recorrer. Desta forma, o cidadão pode contribuir para a fiscalização e, consequentemente, para a melhoria da qualidade do serviço de saúde do país.

O CRM irá avaliar e apurar o caso e, dependendo de sua gravidade, pode suspender ou até cassar a autorização para exercer a profissão. Muitas vezes, no entanto, o médico continua atuando, mesmo sem a permissão, o que configura um crime. Nos casos mencionados no início do artigo, os médicos exerciam o trabalho ilegalmente e colocavam seus pacientes em risco.

Para evitar que você seja atendido por um médico sem CRM, o Conselho Federal de Medicina, que atua junto com o Conselho Regional em escala nacional, possui uma página de pesquisa na qual é possível consultar se o profissional está regularizado. No site, você coloca alguns dados que está buscando, como área de atuação e especialidade – quanto mais informação mais fácil será de encontrar a pessoa que busca – e encontra ou não seu número de CRM.

Realizando este tipo de busca simples, o paciente poderá ficar mais tranquilo na hora de se consultar com um médico que ainda não conhece. Você já checou se o seu médico possui CRM? Não deixe de comentar se achou o artigo útil!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert
fale conoscoPowered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *