Subscribe Now

Trending News

Saiba a importância da proatividade para o funcionário
Saúde no Trabalho

Saiba a importância da proatividade para o funcionário

Certamente, a rotina pode ser cansativa e desmotivar muitos funcionários. Entretanto, o cansaço e a desmotivação podem levar a apatia e ao comodismo, o que, sem dúvidas, traz a frustração pessoal e profissional.

No artigo de hoje, iremos abordar como se comporta o funcionário passivo e o proativo. Além disso, iremos dar dicas de como parar de ser passivo dentro do ambiente de trabalho. Vamos lá?

Passividade

Você sabe o que significa a palavra passividade? Um dos significados é a incapacidade para autodeterminação, manifestada na passionalidade ou na abdicação de vontade livre e racional.

Até ai tudo bem… Mas o que é uma pessoa passiva? Uma pessoa passiva é aquela que não faz as coisas por si mesma, e que deixa tudo para os outros. Essa pessoa apenas reage às circunstâncias de forma passiva, sem tomar uma atitude.

Esse comportamento pode se manifestar na forma de vitimização, procrastinação, enfim, algum tipo de resistência difusa em satisfazer expectativas de relações interpessoais ou envolvendo o cumprimento de tarefas. Um comportamento passivo reflete em falhas repetidas/deliberadas para retardar ou impedir a concretização de tarefas pelas quais a pessoa é responsável.

Proatividade

Agora, vamos falar um pouco sobre proatividade. Muitas pessoas afirmam possuir essa característica em entrevistas de emprego. Até porque, um funcionário proativo é muito bem visto dentro no mercado de trabalho. Mas, por que será que os empregadores buscam essa qualidade dentro do ambiente corporativo?

Em primeiro lugar, vamos entender melhor o que é proatividade. Proatividade está no ato de resolver um problema antes mesmo dele acontecer. Um funcionário com essa característica, por exemplo, consegue evitar situações negativas para a empresa de forma prévia e dá início a uma atividade por conta própria.

Reatividade

Essa palavra não possui o mesmo significado de passividade. Pessoas reativas atuam dentro dos padrões de comportamentos recorrentes. O comportamento desse individuo costuma depender do outro, com atitudes, muitas vezes, regadas de reclamações.

Como ser um profissional proativo?

Em primeiro lugar, é muito importante ter iniciativa. Certamente, essa característica é a mais forte de uma pessoa proativa. Ter iniciativa no trabalho é pensar sempre além, ou seja, cumprir as demandas que são passadas, mas também, verificar se existem outras formas de contribuir com a empresa.

Como começar a ter iniciativa?

Para começar a ter iniciativa, é fundamental ampliar a visão sobre as coisas e encontrar oportunidades com as quais possa contribuir. Essa iniciativa pode ser exercitada até mesmo em situações cotidianas dentro de casa.

Raciocínio rápido

Desenvolver o raciocínio rápido é muito importante para aliar iniciativa e proatividade. A melhor maneira de adquirir essa habilidade é exercitando o cérebro e tirando-o da zona de conforto, para que ele se torne cada vez mais ágil.

Autoconfiança é importante

As pessoas proativas costumam possuir autoconfiança, visto que é muito importante acreditar em si mesmo para desempenhar as funções e pensar que elas vão trazer resultados positivos.

Uma das formas de adquirir essa autoconfiança é através do auto-conhecimento, isto é, entendendo as próprias qualidades. Dessa forma, a pessoa passa a compreender suas próprias capacidades. Enfim, autoconfiança e autoestima andam lado a lado e são pilares indispensáveis para se tornar proativo!

Foco nas soluções

Na ocorrência de um problema, existem pessoas que ficam se lamentando, já outras, focam na solução para ele.

Os proativos se encaixam no segundo grupo, buscando soluções, pois é o que importa no momento. Quando a situação for resolvida, é necessário rever os motivos que levaram ao erro e, com isso, aprender.

Criar oportunidades

Uma pessoa proativa é, acima de tudo, uma criadora de oportunidades. Através de habilidades como raciocínio rápido, autoconfiança e iniciativa, o indivíduo se torna capaz de criar oportunidades ao invés de ter um comportamento passivo ou reativo. A proatividade é poderosa principalmente porque promove a ação, que é fundamental para que metas sejam alcançadas, sonhos sejam realizados e habilidades sejam desenvolvidas. Aprenda a criar oportunidades e obtenha um desenvolvimento profissional!

E aí, o que achou do artigo de hoje? Você é um funcionário passivo, reativo ou proativo? Deixe seu comentário e compartilhe esse conteúdo para outras pessoas também conseguirem mudar positivamente seu comportamento.

Referência

https://www.jrmcoaching.com.br/blog/o-que-e-uma-pessoa-proativa-o-que-podemos-aprender-com-ela/

fale conoscoPowered by Rock Convert

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *