Você já ouviu falar em telediagnóstico? Esse é um serviço que utiliza diferentes tecnologias, como a telerradiologia, para realizar atividades de apoio ao diagnóstico. Representando um avanço contra barreiras geográficas e estruturais, o telediagnóstico garante à população um acesso facilitado a diferentes exames de saúde.

O telediagnóstico surgiu nos anos 70, nos Estados Unidos, quando médicos observaram que os diagnósticos feitos a distância eram condizentes com os diagnósticos presenciais. É importante frisar que o telediagnóstico é diferente da telemedicina. Enquanto o primeiro foca no diagnóstico em si, a telemedicina também é usada para obter uma segunda opinião médica.

Neste post, selecionamos informações importantes sobre telediagnóstico e suas vantagens para o setor de saúde. Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

Como funciona o telediagnóstico?

O telediagnóstico combina aparelhos digitais e softwares modernos para obter imagens em alta resolução para laudos mais confiáveis e seguros. Com os dados coletados e salvos, o exame é compartilhado via nuvem. As informações são direcionadas a plataformas de telemedicina, que podem ser acessadas por especialistas da rede, que emitem o laudo médico a distância.

Quais são as vantagens do telediagnóstico?

O uso da tecnologia para a obtenção de diagnósticos a distância oferece diversas vantagens a médicos e pacientes. Confira algumas delas a seguir.

Agilidade nos resultados dos exames

Por contar com o auxílio da tecnologia, os exames podem ser encaminhados imediatamente ao especialista responsável pelo laudo, fornecendo recursos para um diagnóstico mais rápido e preciso. Com um médico dedicado apenas à emissão de laudos, uma doença pode ser detectada a tempo de um tratamento mais eficiente para o paciente.

Redução de custos

Por não necessitar de um profissional no local físico, o telediagnóstico permite uma redução no quadro de funcionários e redireciona melhor os recursos. A impressão dos exames também se torna desnecessária, uma vez que o médico tem acesso aos documentos remotamente, com o auxílio de computadores, tablets e celulares.

Resultados com melhor resolução nas imagens

Por meio de imagens com melhor resolução e recursos que permitem diferentes perspectivas, o especialista tem mais facilidade em elaborar um laudo preciso e detalhado do exame. Com a possibilidade de alterar o contraste, a luminosidade, os ângulos e a ampliação das imagens, o médico consegue compreender melhor os dados.

Aumento na área de cobertura

Todos esses recursos conseguem melhorar a qualidade de vida de muitas pessoas, principalmente as que moram em cidades do interior, onde os especialistas podem ser escassos. Isso evita deslocamentos desnecessários e possibilita que mais pacientes tenham acesso a uma saúde de qualidade.

Possibilidade da telerradiologia

O telediagnóstico abre portas para que a telerradiologia possa existir, abrangendo exames como raio-X, tomografia, mamografia, ressonância magnética e densitometria óssea. Com as imagens na rede de compartilhamento, o especialista consegue alterar parâmetros para observar melhor os exames.

Todos os exames realizados com o auxílio do telediagnóstico só podem ser assinados por especialistas da área devidamente cadastrados no sistema e com uma assinatura digital validada. Isso garante segurança e qualidade nos laudos médicos, além de impedir o acesso às informações por pessoas não autorizadas.

Clínicas e hospitais podem utilizar o telediagnóstico para reduzir custos, agilizar resultados, ampliar os exames oferecidos e democratizar o acesso à saúde em locais remotos. As possibilidades geradas pela tecnologia são infinitas, por isso é importante estar sempre por dentro das inovações do setor.

Gostou de saber mais sobre o telediagnóstico? Siga a gente no Instagram e fique por dentro de conteúdos relevantes e exclusivos como este!

Powered by Rock Convert