Fazer uma transição de carreira é como se divorciar. Perceber que você quer mudar de rumo após dedicar tempo, dinheiro e saúde mental em algo que não faz mais sentido para você é um processo difícil e complexo. E é por isso que estamos aqui para te ajudar. 

Nós sempre fazemos questão de enfatizar que não vendemos um ideal irreal. O processo de transição de carreira é complexo. Por outro lado, as recompensas são muito maiores que as dificuldades, e é por isso que perseguir seus sonhos vale a pena.

Mas como tudo que pode virar nossa vida de cabeça para baixo, é algo que deve ser muito bem pensado e calculado.

Separamos algumas dicas para te ajudar neste momento de dores e delícias:

Planejamento é tudo

Quem diz que você deveria largar tudo amanhã para seguir seus sonhos deve ser sintonizado de volta à vida real.

Para fazer uma transição de carreira, planejamento é chave, em todas as áreas possíveis. Faça questão de ticar estes pré-requisitos da sua lista: 

  • Analise o que é necessário para você iniciar sua nova carreira: formação na área, investimento em material, mudança de cidade…
  • Pense no aspecto financeiro. Nunca se sabe o quanto esta transição irá demorar, então é preciso que você se organize financeiramente para conseguir se manter durante este momento. Especialistas em investimentos sugerem que todos nós tenhamos uma reserva de emergência com o valor correspondente ao que você precisa para se bancar durante seis meses a um ano. E é claro que esse dinheiro não surge de um dia para o outro, então quando  você perceber que irá fazer esta mudança, já comece a encher o cofrinho. 
  • Faça uma auto análise. O que nesta nova carreira é diferente da anterior? Quais são suas motivações? Você tem certeza que quer esta nova vida? E se não, está disposto a arriscar? Você estudou o mercado e sabe onde está pisando?

Riscos necessários

Se você estiver certo de que é isso mesmo que deseja, se jogue. Vai dar medo, mas siga o clichê e ”vai com medo mesmo”.

Antes de toda grande mudança que acontece em nossas vidas, corremos riscos. Afinal, todo rompimento é doloroso e complexo. 

Mas se você acredita que esta nova área irá te trazer mais felicidade e satisfação pessoal, estas dificuldades que você irá enfrentar irão valer a pena.

A resposta para motivação está na matemática. Você irá trabalhar por, no mínimo, metade da sua vida. Ao pensar desta forma, a resposta é evidente: o período de transição pode ser complicado, mas vai ser nada em comparação ao tempo que você irá passar se dedicando a algo que te deixa mais feliz. 

Nunca é tarde

Fomos ensinados o que é ”ser velho” e ”ser novo”. Em pleno 2019, está mais do que na hora de rever estas palavras que carregam tanto peso e julgamento.

Nunca é tarde para botar a sua felicidade em primeiro lugar. Nunca é tarde para perseguir um sonho. Nunca é tarde para cuidar da sua saúde mental. Portanto, nunca é tarde para fazer uma transição de carreira.

Sempre quando senhores e senhoras de idade voltam a fazer faculdade – ou iniciam sua primeira graduação – em uma idade avançada, a notícia se torna viral. Porque é bonito, estimulante e dá orgulho ver exemplos de pessoas que não deixaram a idade as definir e buscaram a felicidade.

Não importa o quão tarde você pense, mesmo que erroneamente, que seja. Você merece ser feliz para o resto da vida, e não importa quanto tempo esse ”resto” signifique.

Esperamos ter te dado uma forcinha a mais para fazer sua transição de carreira. No blog da Conexa Saúde, há muitas dicas de bem-estar e saúde mental para você seguir sempre o caminho da felicidade não apenas no trabalho, mas em todas as áreas da vida.

E você, já fez uma transição de carreira? Como foi? Tem alguma dica que não foi mencionada aqui? Conta pra gente nos comentários!


Texto: Manoela Caldas.